5 itens que não podem faltar na nécessaire de quem sofre de enxaqueca

Já repararam que a dor de cabeça adora aparecer quando tiramos uns dias de folga? Quem sofre de enxaqueca, tem certeza disso!

A situação não acontece por acaso: ao fazermos pausas na rotina, alteramos alguns hábitos, além de relaxar um pouco mais com alguns cuidados. Para o organismo enxaquecoso, isso dispara diversos gatilhos.

O próprio deslocamento (seja por carro, ônibus, trem, avião, navio…) já costuma ser um primeiro teste de resistência. Somam-se a isso questões como descontinuidade de sono, alimentação diferente ou jejuns prolongados, cansaço físico, hidratação inadequada, consumo de álcool, etc., temos um coquetel de fatores que põem em xeque até mesmo os quadros muito bem controlados.

Quem acompanha os meus posts sabe que eu não só trato de pessoas com enxaqueca, como também sofro dessa patologia, que estudo a fundo há mais de 15 anos, desde que iniciei no campo das terapêuticas com toxina botulúnica. Sendo assim, nesse meio tempo aprendi também a me cuidar e faço questão de compartilhar essas experiências pessoais com os meus pacientes.

Neste momento, estou em viagem de férias com a família e compartilhei nas minhas redes sociais esse pequeno “kit de sobrevivência”, que considero fundamental para todo mundo que tem a patologia ter à mão, na hora de se afastar do seu ambiente e da sua rotina.

Meu “kit de sobrevivência” contra enxaqueca, companheiro inseparável em qualquer viagem que eu faça

Do que é composto esse kit:

  1. Medicação de alívio (leve a prescrita pelo SEU neurologista). Esse tipo de medicamento (leia mais sobre o tema aqui neste link) deve ser tomado logo que a dor se inicia (nem antes, nem muito depois), para maior chance de abortar a crise. Além disso, é importante procurar descansar/relaxar e se hidratar bem;
  2. Medicações preventivas (conforme prescrição do SEU médico). Caso faça uso, não mude o horário de toma ou a dosagem orientada pelo médico – pois, como uma pessoa esperta, você sabe que a continuidade do tratamento é fundamental para deixar o seu organismo estável e mais forte diante de tantos gatilhos (leia mais sobre o tema aqui neste link);
  3. Óculos de sol: para quem tem enxaqueca, esse item vai muito muito além das questões moda ou estilo. O acessório é sinônimo de prevenção e conforto contra a fotofobia (hipersensibilidade à luz – leia mais sobre o tema aqui no link);
  4. Compressa fria. Eu carrego uma máscara para resfriar e colocar na região das têmporas nos momentos de dor. Mas qualquer compressa fria ajuda nesses casos. Toalhinhas molhadas e até as famosas fatias de batatas contribuem para a vasoconstrição, ajudando a aliviar a sensação dolorosa.
  5. Água, água, água. Hidratar-se é FUNDAMENTAL. Sem água suficiente, qualquer organismo entra em sofrimento e, no caso do enxaquecoso, isso significa um motivo e tanto para disparar uma crise. Melhor prevenir!

Cabe referir também que o paciente já inserido em um programa eficaz de controle da sua enxaqueca, em geral apresenta melhores condições e respostas diante das mudanças de rotina. Quando bem-assistida e devidamente orientada, essa pessoa sabe da importância de se observar e de gerir bem os gatilhos das crises.

Conversar com o médico antes da viagem é sempre uma boa medida para estar bem orientado sobre o que levar e como se prevenir.

Disqus Comments Loading...
Compartilhe

Recentes

Vídeos e muita troca de ideias on-line sobre Neurologia e saúde!

Quem não tem a vida corrida hoje em dia, não é mesmo? No meu caso, além de atender a uma…

5 meses atrás

Precisamos falar sobre saúde mental

Ao longo destas duas primeiras décadas do Século XXI, temos vivido dias sem precedentes em termos de acesso à tecnologia,…

6 meses atrás

Fim de ano: quando o estresse a ansiedade batem recordes

Eis mais uma grande contradição da vida moderna: o fim de ano, período de celebrações e que, em tese, serviria…

7 meses atrás

Como passar pelas Festas sem crise de enxaqueca?

Enquanto para quase todo mundo fim de ano é sinônimo de festas, confraternizações e muita animação, para quem sofre de…

7 meses atrás

Fonoaudiólogos são essenciais nos processos de Neurorreabilitação

Os temas relacionados à Paralisia Cerebral não se esgotam. Poderíamos ter um blog diário apenas sobre essas questões. Na última…

7 meses atrás

Muitas lições sobre Paralisia Cerebral e os desafios da multidisciplinaridade

Esta semana e o mês de outubro começaram de forma especial: no último dia 06, tivemos o Dia Mundial da…

9 meses atrás